SEJA BEM-VINDO!

Esse é o primeiro blog dos Agentes de Segurança de Medidas Socioeducativas do Estado de Sergipe.
Aproveite ao máximo e dê sugestões para que possamos melhorá-lo.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Adolescente responderá crime em liberdade

Garoto se apresentou à polícia e está aguardando a conclusão do inquérito em liberdade


“O garoto se apresentou com a família, na presença do conselho tutelar e o delegado que está acompanhado o caso, achou por bem não solicitar a internação no Cenam [Centro de Atendimento ao Menor], porque entendeu que essa internação poderia trazer mais prejuízos ao adolescente”, informou o delegado regional Fábio Pereira.
Segundo Fábio, o garoto estava sofrendo diversas ameaças por parte da vítima, Genilson Carlos Santana de 16 anos. “Segundo depoimentos, tanto do menino de 13 anos, como algumas testemunhas sabiam que o adolescente que foi assassinado realizava constantes ameaças ao outro menor. Com medo o menino de 13 anos passou a andar com uma faca”, contou o delegado.
No dia do crime, Genilson estaria na companhia de mais cinco jovens e teria agredido fisicamente o garoto de 13 anos. “O adolescente de 16 anos teria dado um murro e um chute no outro menor, chegando a quebrar o óculos. Os outros adolescentes não se envolveram na briga. Depois disso o garoto acertou a facada”, relatou Fábio Pereira.
O delegado também informou que o garoto que cometeu o crime, não tinha nenhuma passagem pela polícia. “O adolescente que morreu já tinha algumas ocorrências registradas, inclusive a própria mãe já tinha registrado um B.O. [Boletim de Ocorrência], dizendo que não agüentava mais o filho dentro de casa”, contou o Fábio.
Segundo o Fábio Pereira, existem grandes possibilidades que o caso seja analisado pela ótica de legítima defesa. “Levando em consideração tudo que já foi apurado, todas as informações colhidas em depoimentos de testemunhas, existe essa hipótese de legítima defesa”, finalizou o delegado.
(FONTE: Infonet)